Tecnologias assistivas

O que é Tecnologia Assistiva?

Tecnologia Assistiva (TA) é um termo utilizado para identificar recursos e serviços voltados às pessoas com deficiência visando proporcionar a elas, autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social.

 

Engenharia Assistiva

 

Os recursos correspondem a equipamentos, sistemas ou produtos que possam aumentar, manter ou melhorar a capacidade funcional das pessoas com deficiência. Já os serviços, envolvem profissionais de diversas áreas, tais como: design, enfermagem, fisioterapia e medicina.

 

"Para pessoas sem deficiência, a tecnologia torna as coisas mais fáceis. Para pessoas com deficiência, a tecnologia torna as coisas possíveis".

(RADABAUGH, 1993)

 

banner contendo elemntos de acessibilidade.

 

Selecionamos alguns recursos e programas criados para ajudar pessoas com deficiência. Assista aos vídeos para conhecer as características deles.

 

Órteses e Próteses

 

As órteses são recursos utilizados para suprir ou corrigir alteração ou deficiência de um órgão, membro ou parte dele, como, por exemplo: palmilhas, óculos, marca-passo, bengalas,  entre outros.

As próteses são recursos aplicados para substituir total ou parcialmente um membro, órgão ou tecido. São exemplos: válvula cardíaca, ligamento artificial, implante dentário, próteses para membros inferiores e superiores, oculares, mamárias, entre outras.

 

Leitores de tela

Os leitores de tela são softwares utilizados por pessoas com deficiência visual (cegueira total ou com baixa visão) para obter resposta de desktop e/ou de dispositivos móveis.

São programas que interagem com o sistema operacional percorrendo textos e imagens, lendo em voz alta tudo o que encontra na tela. Como exemplos, citamos: o NVDA (Windows), o Orca (Linux), o VoiceOver (IOS) e o DOSVOX.

 

 

Hand Talk (Mãos que falam)

A surdez é categorizada de acordo com o nível da perda auditiva e pode ser de leve a profunda. A língua de sinais é o idioma oficial de comunicação dos surdos. Para facilitar essa comunicação foram criados programas, como o Hand Talk.

O Hand Talk é um aplicativo para dispositivos móveis utilizado, principalmente, por surdos e mudos e tem a função de converter textos, imagens e áudios para a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), por meio de uma personagem chamada Hugo.

 

Cadeira de rodas Scewo

As escadas presentes em casas, prédios, transportes públicos, entre outros, apesar de facilitarem o acesso a níveis superiores, são um dos maiores obstáculos encontrados por pessoas com mobilidade reduzida.

Para tentar amenizar este problema, um grupo suíço de estudantes de engenharia desenvolveu o projeto Scewo que consiste na criação de cadeira de rodas capaz de subir escadas e sair de automóveis.

 

 

 

banner Tecnologias Assistivas na Educação.

 

No campo educacional, a Tecnologia Assistiva (TA) pode ser compreendida como uma área do conhecimento, de característica interdisciplinar, que engloba recursos, estratégias, produtos, serviços e metodologias que têm como objetivo promover e favorecer a participação dos estudantes com alguma deficiência nas diversas atividades escolares, visando a atender os objetivos educacionais comuns e desenvolver nesses estudantes suas potencialidades, autonomia e independência.

 

Mecdaisy

Neste vídeo, o professor José Antonio Borges (NCE/UFRJ) explica como funciona o Mecdaisy (leitor de livros digitais) e sua importância para as pessoas com deficiência visual.

 

 

A tecnologia na Educação Inclusiva

Neste vídeo, a professora e pesquisadora Elisa Schlünzen (Unesp de Presidente Prudente), comenta sobre o processo de criação e uso dos objetos educacionais.

 

 

Aplicativos para Educação Inclusiva

Este vídeo apresenta alguns aplicativos que podem ser usados para auxiliar pessoas com deficiência para melhorar o desempenho escolar e pessoal.

 

 

Sinalário Disciplinar em Libras

Este vídeo apresenta o aplicativo Sinalário Disciplinar em Libras que foi desenvolvido pela Seed/PR para dar apoio aos profissionais da educação que atuam com educandos surdos.

 

 

Materiais para deficientes visuais

Escola Interativa que aborda a importância da atualização dos professores nos programas da área da deficiência visual.

 

 

Alfabetização no Sistema Braille

Esta Escola Interativa tem o objetivo de atualizar os professores sobre orientação e mobilidade e a autonomia da pessoa cega nos ambientes escolares.

 

 

Salas de Recursos Multifuncionais

Esta Escola Interativa tem por objetivo atualizar os professores quanto a alfabetização no Sistema Braille e Tecnologias Assistivas.

 

 

Atividades da vida autônoma e social

Esta Escola Interativa teve por objetivo atualizar os professores para utilização dos materiais didáticos (livro eletrônico), materiais adaptados e equipamentos disponíveis nas escolas.

 

Debate sobre a Educação Cognitiva

Esta Escola Interativa apresenta um debate com os professores: Hélio Leão Cruz, Olzeni Leite Costa Ribeiro, Ana Sílvia de Souza Oliveira e Denise Maria de Matos Pereira Lima, sobre a educação cognitiva.

 

 

Selecionamos alguns softwares, aplicativos e jogos que podem auxiliar nas atividades escolares.

 

Motriz

boneco cadeirante sobre a palavra Motrix

Software que permite que as pessoas com deficiências motoras graves tenham acesso à microcomputadores por meio de comandos falados num microfone.

 

ABC Autismo

menino branco segurando blocos com as letras ABC.

Aplicativo que disponibiliza várias atividades que podem auxiliar crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) em seu processo de aprendizagem.

LetMe Talk

vários personagens representando atividades de rotina, bebendo água, acenando, jogando bola, entre outras.

Aplicativo que permite, por meio de imagens e símbolos, o desenvolvimento de comunicação alternativa por pessoas não verbais ou que apresentam alguma dificuldade de fala ou escrita.

 

 

 

Sapo Pulador

apresenta sapo em cima de pedras.

Jogo que tem como objetivo fazer com que todas as pedras do caminho desapareçam, permanecendo somente aquela que sustenta o sapo.

 

 

Sequência Lógica

quadro contendo 4 carinhas representando emoções.

O objetivo deste jogo é completar os quadros em branco, seguindo a sequência lógica apresentada inicialmente com as imagens.

 

Cubilus

trilha de quadradinhos com 4 corações apar arrastar.

Este jogo permite formar pares, ou seja, unir os blocos às formas que eles ilustram.

 

 

Jogo da Memória

quadrado contendo 34 cartas viradas do avesso e duas formando um par de cobras.

O objetivo deste jogo é formar pares com imagens iguais. O jogador pode optar por dois temas: animais ou frutas.

 

 

Geniol

cabeça aberta expondo duas partes do cérebro.

Apresenta diversos jogos criados para desenvolver e aperfeiçoar a memória, o raciocínio, a lógica e a percepção.

 

 

 

banner Sugestões de Leitura.

 

Autor: Leandro Rodrigues
Editora: Instituto Itard
Idioma: Português
Ano: 2019
Páginas: 87

Sinopse: apresenta formas de identificar as habilidades que os alunos precisam desenvolver e como adaptar atividades por meio de várias ideias inclusivas.

 

 

Autores: Rosa Blanco, et al.
Editora: MEC/ SEESP
Idioma: Português
Ano: 2005
Páginas: 179

Sinopse: apresenta depoimentos, relatos de experiências e pesquisas voltadas à inclusão de alunos com deficiência ou de outros alunos com necessidades educacionais especiais.

 

 

Autores: Carla Barbosa Alves et al
Editora: MEC/UFC
Idioma: Português
Ano: 2010
Páginas: 28

Sinopse: propõe a criação de novos ambientes de aprendizagem para o Atendimento Educacional Especializado voltado aos alunos com surdez.

 

 

 

Autores: Shirley Rodrigues Maia, et al.
Editora: MEC/UFC
Idioma: Português
Ano: 2010
Páginas: 52

 

Sinopse: apresenta ideias, práticas e vivências pedagógicas que contribuirão para a inclusão de pessoas com deficiências múltiplas e outras com surdocegueira na escola comum.

 

 

Autores: Angela M. R. Virgolim
Editora: MEC/ SEESP
Idioma: Português
Ano: 2007
Páginas: 72

Sinopse: fornece orientações aos professores para auxiliar as práticas de atendimento aos alunos com altas habilidades/superdotação.

 

 

 

Autor: Mara Lúcia Sartoretto, et al.
Editora: MEC/UFC
Idioma: Português
Ano: 2010
Páginas: 64

Sinopse: Orienta os professores quanto à seleção e confecção de recursos pedagógicos voltados à comunicação aumentativa e alternativa.

 

 

 

Autores: Carolina R. Schirmer, et al.
Editora: MEC/ SEESP
Idioma: Português
Ano: 2007
Páginas: 129

 

Sinopse: apresenta questões práticas de organização escolar que promoverão o acolhimento e o desenvolvimento do aluno com deficiência física na rede regular de ensino.

 

 

Autor: Rozi Terra Fabri
Editora: UEL
Idioma: Português
Ano: 2016
Páginas: 17

Sinopse: o artigo PDE, MecDaisy: um recurso tecnológico para a formação continuada do professor, propõe a capacitação para professores que atuam nas Salas de Recursos Multifuncionais para utilização do Tocador MecDaisy.

 

 

Autor: Edson Liohiti Oshima
Editora: UFPR
Idioma: Português
Ano: 2016
Páginas: 26

Sinopse: o artigo PDE, A Tecnologia Assistiva como recurso de acessibilidade aos deficientes visuais da Educação de Jovens e Adultos, aborda o uso do software Dosvox e MecDaisy da EJA.

 

 

 


 

balão de pensamento retangular para sugestões de tema é.

Envie sugestões de temas que você gostaria que fossem abordados para os próximos "O Tema é ..."